Segundo especialista veja lista de problemas cotidianos enfrentados por quem busca refúgio na saúde suplementar

Ter um acesso à saúde de qualidade ainda não deixou de ser um problema no Brasil. Mas o cenário de descaso e dificuldades, que antes se limitava aos serviços públicos, chegou aos atendimentos privados ou de usuários de convênios médicos.
Nos últimos anos, encabeçam os rankings dos Procons nacionais pelos mesmos motivos algumas empresas da saúde suplementar têm sido alvo de investigações e fiscalização decorrentes de reajustes abusivos, má prestação ou negativa de serviços. 
Lista com os principais problemas enfrentados pelos usuários de planos de saúde. Confira abaixo:
 
Planos coletivos – não têm o aumento anual regulamentado pela ANS e fazem reajustes muito acima da inflação.
 
Reajuste por antecipação de mudança de faixa etária –Alguns planos tentam burlar o sistema e aplicam a alteração excessiva aos 56 ou 59 anos. Os acréscimos por faixa etária são legais e estão previstos na lei dos planos médicos. Entretanto, algumas operadoras abusam do valor e chegam a impor reajustes acima de 100%.
 
Por mudança de faixa etária – o reajuste nessa condição deveria ser aplicado na mensalidade do segurado após os 60 anos. As operadoras consideram idosos clientes onerosos, já que utilizam os serviços com mais frequência.
 
Falsos coletivos – há no mercado brasileiro, planos coletivos com poucos usuários, conhecidos como “falsos coletivos”. Muitos são questionados nos tribunais. Algumas seguradoras não comercializam mais contratos individuais e o consumidor é obrigado a contratar com apenas duas, três ou quatro pessoas.
 
Falsos contratos coletivos – refere-se à cláusula contratual que prevê a possibilidade de rescisão unilateral imotivada, por simples comunicação prévia de 30 dias.
 
Falta de oferta de planos de saúde individuais e familiares – operadoras e empresas de plano médicos reduzem a rede credenciada e fazem reajustes cada vez mais altos.
 
Negativa para idosos – É comum encontrar operadoras que não aceitam pessoas mais velhas como clientes. Os idosos passam por situações humilhantes e têm tratamentos cruciais para a sua saúde negados com frequência. 
 
Fonte da noticia: ig
#planosdesaude #planosmedicos #conveniosmedicos #saudeokplanosmedicos #planodesaude #plano medico